Planejar é preciso

Nesta época de final de ano, quase todo mundo começa a fazer promessas para 2012. Parar de fumar, emagrecer, faturar mais.
Na expectativa de gerar bons resultados, a empresa precisa saber produzir e vender de forma otimizada e gerar rentabilidade.

Eu já falei aqui sobre como e onde vender na web,agora se planeje e se prepare para o sucesso.



1. Planeje os resultados

Qual o objetivo da sua empresa para o próximo ano?

Este deve ser o ponto de partida do planejamento.

Com isto bem claro em mente,analise o caminho que vai percorrer para atingir este objetivo.

A professora do Programa de Capacitação da Empresa em Desenvolvimento da Fundação Instituto de Administração (FIA), Dariane Castanheira, comenta que o planejamento estratégico deve ser feito visualizando um horizonte de três a cinco anos.



2. Faça o orçamento empresarial

O orçamento empresarial, é a versão do plano estratégico em valores e datas.

Esta é a melhor forma de saber se as suas projeções serão viáveis. Dariane recomenda que ele seja elaborado ainda em dezembro deste ano. "O orçamento empresarial se inicia com a definição de premissas operacionais e financeiras, como capacidade produtiva, taxa de inflação, moeda estrangeira e percentual de aumento para funcionários", comenta.

O plano também deve conter os orçamentos das vendas, custos de produtos ou dos serviços prestados, despesas administrativas e financeiras e investimentos. Faça também a projeção do fluxo de caixa, da demonstração de resultados, do balanço patrimonial e da margem de contribuição.

A cada mês, confronte a demonstração de resultados orçada e real para acompanhar a viabilidade dos planos. Sobre o regime tributário, a professora da FIA comenta que o próprio Fisco prevê alterações quase que automáticas, conforme alterações no faturamento apresentado. Ela orienta analisar o planejamento financeiro do ano anterior e comparar com o atual para avaliar impactos da alíquota cobrada no lucro e no caixa.

3. Tenha um plano B

O consultor e sócio-diretor da Blue Numbers, Márcio Iavelberg, recomenda criar dois cenários na hora de fazer o planejamento: um realista e outro pessimista. Segundo ele, qualquer eventualidade, como a inflação, costuma impactar o setor financeiro e comprometer seus planos. "Em ambos os cenários, pergunte se a empresa estará confortável para atravessar determinada fase e se o negócio continuará dando certo", sugere.

Dariane ressalta a importância de revisar este plano a cada ano, observando se haverá o lançamento de produtos, quando será feito e quanto será vendido, se precisa de investimentos e em quais setores, se deve aumentar o quadro de funcionários, com qual perfil e que tipo de treinamento deve ser dado.

4. Envolva a equipe

Produção, vendas, marketing e administração. Informe a todos os departamentos sobre a meta de vendas da empresa para o próximo ano e peça que cada um analise o que pode ser feito para chegar ao resultado. Iavelberg conta que, depois de ouvir todos, deve ser feita uma negociação e ver o que cada equipe pode oferecer como contribuição.

E como garantir o envolvimento dos funcionários para cumprir o objetivo? "O ponto de partida é o envolvimento da alta administração da empresa", responde Dariane. É importante destacar a necessidade do envolvimento de todos os trabalhadores para gerar resultados positivos e garantir a continuidade da empresa.

5. Incentive os funcionários

Para tudo que está no planejamento dar certo é preciso mais do que palavras de incentivo. Você precisa fazer algo a mais para garantir a dedicação de seus funcionários no cumprimento das metas. Iavelberg recomenda usar a prática de remuneração variável.
Por exemplo, no setor administrativo, se a meta for atingida, você dará 10% como lucro. É mais interessante dar esse retorno a cada semestre do que apenas no final do ano.
Não se engane: este tipo de incentivo não representa custos.

É muita coisa né? mas pra ter um negócio de sucesso vale seguir essas orientações.



fonte: Infojoia 
           Exame

Nenhum comentário

Deixe seu comentário!

Tecnologia do Blogger.
TOPO