Pérolas {Exposição em Londres}

As pérolas são um fenômeno mundial a milênios, e esse fascínio pelas 'joias do mar' transcende o tempo e fronteiras.Pérolas naturais sempre foram objetos de desejo, devido à sua raridade e beleza. Mitos e lendas cercaram, principalmente para explicar o mistério de sua formação. 
Ourives, joalheiros e pintores exploraram as suas associações simbólicas, que variavam de sedução a pureza, a partir de precursores de boa sorte no casamento.
E por esse seu encantamento que vem desde o Império Romano até os dias atuais, o Museu Victora & Albert, em Londres iniciou uma exposição no dia 21 de setembro e vai até 19 de janeiro.



Todo o Império Romano usava joias com pérolas, eram um luxo desejável e caro, um símbolo de riqueza e status.Na Europa medieval pérolas aparecem como símbolos de autoridade em regalia, e como atributos de Cristo e da Virgem Maria em jóias, simbolizando a pureza e castidade. Até o Renascimento, retratos mostram que nobres e mercadores ricos eram enfeitados com pérolas, o simbolismo tornou-se cada vez mais secular.
Nos séculos 17 e 18 pérolas se tornaram adornos luxuosos, muitas vezes usado de forma sedutora. Eles também foram demonstrações de alto escalão social.Até o início do século 19 pérolas simbolizavam um sentimento mais íntimo e as 'joias do mar' eram usadas para transmitir mensagens pessoais de amor ou expressar tristeza.


As visitas são pagas e se você estiver ou for a Londres até janeiro, faça sua reserva { aqui }
E além da exposição, acontecem várias palestras sobre como surge uma pérola, e a importância da pérola na joalheria e na moda e você pode se inscrever { aqui }
E a Vogue fez uma compilagem de capas e editorias com pérolas e mais pérolas.



*A pérola é um material orgânico duro e geralmente esférico produzido por algumas ostras em reação a corpos estranhos que invadem o seu organismo,como vermes ou grãos de areia. 
As pérolas cultivadas são produzidas em larga escala no Japão.São obtidas de forma artificial,para isso, insere-se no interior da ostra entre o manto e a concha um objeto minúsculo, causando uma pequena inflamação. É o envolver desse objeto com sucessivas camadas de madrepérola que forma a pérola.


Mais informações sobre a exposição { aqui }
{ Como chegar }

Nenhum comentário

Deixe seu comentário!

Tecnologia do Blogger.
TOPO