Então é Natal {Não é sobre joias}

Então é Natal...e hoje eu não vou mostrar a tendência de joias para as festas de de fim de ano, peço desculpas e a compreensão de todos.

Mais um ano chega ao fim, e é hora de fazer o balanço do que fizemos e deixamos de fazer.
E o Natal, aguça o sentido de solidariedade das pessoas, que devia ser permanente, mas aproveitando o momento, venho apresentar a você, o Lixão de Jardim Gramacho em Caxias.

O lixão assim conhecido pelos cariocas, e segundo as autoridades desativados tem uma comunidade com milhares de famílias, sim famílias moram no meio do nosso lixo.
Tive contato com a comunidade através da minha Igreja, eu sabia e sim todo carioca sabe que existem famílias lá, mas como todos, eu os ignorava até o dia em que pisei naquele lugar, é muito triste ver que pessoas sobrevivam ali, essa é a palavra SOBREVIDA.


Famílias que receberam 14 mil reias de indenização do governo, para quê?
Comprar uma casa fora dali? Onde?
Construir casas, ali? Como? sem saneamento básico?


E na minha ida até lá, fiquei por algumas horas, e levei cestas básicas que uma amiga querida doou, entregamos em algumas casas, mas deixei grande parte em uma Igreja que acolhe 50 crianças, 25 pela manhã com café da manhã, almoço e reforço escolar e 25 na parte da tarde com lanche, reforço e jantar.
O pastor Luíz que leva esse projeto à frente também foi catador de lixo, e recebeu os 14 mil que se acabaram na tentativa de construir uma casa ao lado da Igreja e suprir as necessidades das crianças.


Fiquei feliz de ter gente como o pastor, e me lembrei da minha condição como cristã, o que eu faço?
Que cristianismo é esse que eu vivo? e coincidência ou não, pra mim foi Deus, eu assisti ao filme REDENÇÃO, que conta história de um pastor que foi para África pra mudar a história das crianças vítimas da guerra, se possível assista ao filme, e em uma parte o africano Deng, que recebe o pastor em sua primeira visita diz assim : 'E aí, já tirou sua foto, e agora vai voltar pro seu país, e mostrar pros seus amigos a tristeza daqui e como você foi bom em ter vindo.'

E no meio disso tudo, encontrei Fernando Haddad, diretor comercial da ong TETO no Rio de janeiro, já conhecia o projeto, e sabia que eles construíam casas em lugares de extrema pobreza, e o lixão havia sido escolhido e eles já fizeram 180 casas... são casas de madeira, suspensas pra não ter contato com solo infectado pelo lixo, sem saneamento básico as casa são entregues sem esgoto.


Retornei pra meu carro e fui vendo o lixão ficando par trás, e me lembrei de Deng, e aí?
Faço o quê com isso tudo?
Por isso, agora a pequena parte que eu posso fazer é deixar um banner com link direto para o site do TETO, onde você pode fazer sua doação.

Estou aqui pedindo sua ajuda, doe para ONG TETO, assista ao vídeo abaixo, fale com seus amigos, compartilhe essa ideia, é muito mais que alimentos e brinquedos doados às vezes somente no Natal, a sua doação via gerar DIGNIDADE para uma família inteira.

                           


                                                         Assista ao FILME REDENÇÃO aqui

                                                            Entenda mais sobre o TETO aqui

Se quiser saber como ajudar, doando roupas,alimentos e brinquedos envie um e-mail para liviperroni@hotmail.com e você pode ir comigo até lá, nós vamos agendar visitas uma vez ao mês. Obrigada.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário!

Tecnologia do Blogger.
TOPO