Burlington Arcade: desde 1819 com joias e preciosidades




Uma das galerias mais antigas em funcionamento em Londres, desde 1819, a Burlington Arcade reúne uma boa amostra de produtos tradicionais britânicos em suas lojas: dos cashmeres às colônias, passando por grifes de DNA 100% londrino como a de Paul Smith.

As lojas de joias antigas são um capítulo à parte. Na Hancoks, um sortimento incrível de peças art nouveau, inclusive um peitoral Fouquet, um dos expoentes do movimento, de ouro, esmalte e diamantes. Além de peças vintage de Boucheron, Carier, Castellani, Lalique entre outros.
Na loja de Suzannah Lovis tive a grata surpresa de encontrar um bracelete de ouro e turmalinas, assinado pelo nossopaisagista Roberto Burle Marx, que nos anos 1950 e 1960 produziu muito cpomo designer de joias. Valorizadíssimo diga-se, o que me deixou bem orgulhosa, a pedida por essa joia era de 9 mil pounds, ou quase 15 mil dólares.
Ainda nesta galeria, óculos com design exclusivo e serviço de engraxate por 4 pounds, com fila de espera. Bem ao estilo inglês.
















Colunista - Isabella Blanco


Jornalista há 30 anos, fotógrafa e designer de joias, Isabella Blanco foi criadora da Revista Retrô – Coleções & Antiguidades, publicada no Brasil entre 2005 e 2008; fez cursos de design de joias na Escola Nova de Ricardo Mattar, em São Paulo; de História da Arte na Escola do MASP, em São Paulo, e no Museu do Louvre, na França; e de gemologia na AJESP – Associação os Joalheiros do Estado de São Paulo (2011), entre outros.

Isabella desenha suas próprias joias desde a década de 80, quando começou a estudar e colecionar exemplares de época, com ênfase nos períodos Vitoriano, Art Nouveau e Art Déco. Em 2009, lançou-se no mercado de joalheria e, em 2012 abriu seu ateliê em São Paulo.

Ainda em 2012, levou a mostra “Joias com História – Do Vitoriano ao Art Déco” para o Museu de Arte Sacra de São Paulo, encerrando os dois meses de exposição com um ciclo de palestras sobre a História da Joalheria dentro da São Paulo Design Week. Em 2013, participou do Salão de Artes no Clube A Hebraica, e da coletiva de joalheiros no lançamento da Maison Baccarat, ambos na capital paulista. Suas peças podem ser encontradas na loja do Museu da FAAP, na Central de Designers e em seu ateliê, todos em São Paulo.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário!

Tecnologia do Blogger.
TOPO