História das Tiaras


A tiara Knot do Cambridge Lover foi feita no início do século XIX. possivelmente na Alemanha, para a princesa Augusta de Hesse Cassel, duquesa de Cambridge. ⁣
Passou para sua filha, a Grã-duquesa de Mecklenburg Strelitz, e sua bisneta, a princesa Jutta de Montenegro, antes de sua venda na casa de Christie em 1981.⁣
Uma cópia foi feita a pedido da rainha Mary, que a deixou para a rainha Elizabeth II. ⁣
Essa cópia foi usada por Diana, princesa de Gales e a atual duquesa de Cambridge. Dois outros modelos foram produzidos na Alemanha no início do século XIX. Uma era para Amalia de Oldenburg, rainha da Grécia, que ainda pertence à família real da Baviera e é exibida no Museu Residenz em Munique. O outro, criado para a princesa Youssoupov, desapareceu após a Revolução Russa.⁣
Dois modelos adicionais (possivelmente apenas um) da tiara foram usados ​​nos anos 1900 pela princesa Maria Imaculata da Saxônia, princesa das Bourbon-Duas Sicílias e nos anos 30 pelos Maharani de Patiala. Uma dessas duas tiaras (a menos que, naturalmente, exista apenas uma) foi vendida na Christie's em 1985.⁣
 Via @lifeofjewellery_christies

Nenhum comentário

Deixe seu comentário!

Tecnologia do Blogger.
TOPO